Inspiradicas: dois filmes inspirados nas obras de Fredérico Moccia.

Auuuuuuuuuu, auuuuuuu! Voltei a uivar por esses lados da floresta, minha gente!

Como estão? Como vão? Sumi e reapareci cheia de novidades.

Vim compartilhar dois filmes de romance adolescente que são inspirados em livros Young Adults que fazem parte da minha lista no Skoob. Sabe, aqueles que a gente assiste sozinha e fica com os olhos brilhando feito bobas? Vem ver.

  • Paixão Sem Limites (3MSC)

3 metros sobre el cielo

Paixão Sem Limites (Tres Metros Sobre El Cielo) é um romance/drama adolescente inspirado na obra literária de nome homônimo do autor Fredérico Moccia, lançado em 2010 e se tornou o filme de maior bilheteria do ano na Espanha.

O filme acompanha o drama de um jovem motoqueiro, Hache/H, que está atravessando um momento complicado na família e buscando sua identidade pessoal. Quando ele conhece Babi, uma moça de família conservadora e de classe social alta, as coisas mudam completamente em sua vida.

H gosta de viver a vida perigosamente e faz parte de uma turma de jovens rebeldes que apostam corridas ilegais, enquanto Babi é uma jovem educada a luz de princípios rígidos. Já deu para perceber que um romance entre esses dois seria improvável, certo? Contudo, o coração é terra incerta e traiçoeira, como a gente bem sabe, e os dois acabam por se apaixonar. Juntos descobrem novas perspectivas do mundo ao seu redor e lutam contra preconceitos e contra todos os os obstáculos para permanecerem juntos.

Descobri o filme por acaso e foi amor a primeira vista. Embora seja clichê, um romance entre dois jovens de classes sociais desiguais, Tres Metros Sobre El Cielo conta com a atmosfera de aventura e o choque entre duas personalidades adolescentes extremamente opostas, o que gera humor e aproximação pelo enredo. Além do mais, ver dois jovens saírem de sua zona de conforto para enfrentar novos desafios sociais nos faz voltar a época em que éramos adolescentes e seguíamos contra tudo e todos em busca de uma chance de sermos aceitos e felizes.

Sem falar nas relações familiares e de amizades que são bastante presentes e fortes na construção da trama. Como a amizade de H com Pollo e a de Babi com Katina, por exemplo. Amizades que atravessam tempestades e que nos fazem lembrar o sentido de ser amigo. Uma curiosidade é que a química entre os personagens principais foi tão absurda que os atores, Mario Casas e María Valverde, engataram um romance na vida real.

  • Sou Louco Por Você

245px-Tengo_ganas_de_tiSou louco por você (Tengo Ganas de Ti), por sinal, é a continuação de Tres Metros Sobre El Cielo, lançado na Espanha em 2012. O longa também é uma adaptação da obra De Frederico Moccia e dá continuidade a história de Babi e Hache.

Decorridos três anos após a separação do casal, Hache retorna à Espanha com Babi ainda em seu coração, apesar de a moça já estar em outro relacionamento. O retorno de H não traz só lembranças à tona, como também velhos hábitos e uma misteriosa garota, Gim, que parece já conhece-lo. Enquanto H se reconecta com as pessoas de seu passado, inicia um romance incerto com Gim.

Diferente de seu primeiro amor, Gim é uma mulher geniosa, espontânea, cheia de sorrisos, com talentos excepcionais e parece ser a grande chance de H tirar Babi de vez da cabeça. No entanto, parece. Veja bem.
Diante de mudanças e do crescimentos dos personagens, novos desafios são enfrentados, como as relações entre mãe e filho ou entre irmãs/irmãos, que se fazem presente ao longo da trama e nos deixam com os olhos vazando, diga-se de passagem. Outro ponto forte é resolução dos conflitos que ficaram abertos na trama anterior e as consequências que essas resoluções podem acarretar. Bônus para a trilha sonora também! Xiiii, posso dizer mais nada sem revelar SPOILER.

tengo-ganas-de-ti01_ampliacion

Minha gente, quase surtei ao descobrir que Tres Metros Sobre El Cielo tinha continuação e não tardei a conferir. Devo dizer que foi igualmente apaixonante acompanhar os personagens, embora tenha ficado com o gostinho amargo de inacabado na boca (não posso explicar mais sem mencionar spoiler). Por outro lado, a personagem Gim foi uma surpresa muito agradável. É uma mulher forte, atrevida e que não se deixa ser diminuída.
Ah! O filme também foi sucesso de bilheteria.

Lobas e lobos, super indico os filmes. Sem dúvidas, eles são mais do que minhas palavras poderiam interpretar. Tem muito romance, mas não se trata apenas disso. Trata-se de escolhas e de como a vida pinta seu próprio curso. E outras, os livros são obrigatórios para quem gosta de romance e da pegada Young Adults. Vou ficando por aqui e até o próximo Inspiradicas. Não deixem de me contar o que acharam, ok?

Beijos, beijos a loba da vez.

Anúncios

Resenha: Alma Nova – Jodi Meadows

Uivos de saudações leitores! Manhã de sábado aconchegante por aqui na minha cidade. Sabe, aquelas que dá vontade de beber um chocolate quente ou um bom e velho chá enquanto ler um livro? Espero que esteja agradável para vocês também e em qualquer lugar!

Hoje vim compartilhar com um vocês um pouquinho sobre um livro que me encantou primeiro pela arte da capa e da diagramação como pelo tema: reencarnação. Estou falando do primeiro volume, Alma Nova, da trilogia Incarnate, escrito por Jodi Meadows e lançado em 2013 pela Editora Valentina.

“O que é uma alma senão uma consciência que nasce e renasce?”

ALMANOVA
Ana é nova. Por milhares de anos, no Range, milhões de almas vêm reencarnando, num ciclo infinito, para preservar memórias e experiências de vidas passadas. Entretanto, quando Ana nasceu, outra alma simplesmente desapareceu… e ninguém sabe por quê.
SEM-ALMA
A própria mãe de Ana pensa que a filha é uma sem-alma, um aviso de que o pior está a caminho, por isso decidiu afastá-la da sociedade. Para fugir deste terrível isolamento e descobrir se ela mesma reencarnará, Ana viaja para a cidade de Heart, mas os cidadãos de lá temem sua presença. Então, quando dragões e sílfides resolvem atacar a cidade, a culpa deverá recair sobre…
HEART
Sam acredita que a alma nova de Ana é boa e valiosa. Ele, então, decide defendê-la, e um sentimento parece que vai explodir. Mas será que poderá amar alguém que viverá apenas uma vez? E será também que os inimigos – humanos ou nem tanto — de Ana os deixarão viver essa paixão em paz? Ana precisa desvendar grandes segredos: O que provocou tal erro? Por que ela recebeu a alma de outra pessoa? Poderá essa busca abalar a paz em Heart e acabar por destruir a certeza da reencarnação para todos?

Alma Nova conta a história de Ana, uma garota de dezessete anos que embarca numa busca pela descoberta do propósito de sua existência. Ana é uma alma nova literalmente, vivendo numa sociedade em que as pessoas reencarnam há mais de 1000 anos. Desde pequena sofre com o preconceito, precisou aprender a lidar com o fardo de ter substituído uma alma que deveria reencarnar, Ciana, e suportar os desafios de ter que conviver com uma mulher mal amada e que não se conforma com a perda daquela que deveria ser sua filha, Ciana.

Narrado em primeira pessoa, viajamos pela história através da perspectiva de Ana. No início do livro a história pode parecer confusa e você pode se deparar com criaturas novas, como as sílfides, mas, a medida que Ana vai aprendendo um pouco mais sobre a própria sociedade a qual faz parte e que ela pouco conhece, nós também aprendemos um pouco mais. Então, é preciso ter paciência.

Confesso que fiquei super animada quando vi o livro na prateleira da livraria. Primeiro, a capa é bastante convidativa. Segundo, os pequenos textos da contracapa nos fazem imaginar uma sociedade atraente com um tema diferente e que foi pouco explorado. Terceiro, cá entre nós, reencarnação é o máximo. Já imaginou se todos nós pudéssemos reencarnar? Se tivéssemos inúmeras chances de consertar erros e fazer diferente? Inúmeras chances de aproveitar a vida ao máximo? De ser algo diferente a cada vida?

Bem, já deu para perceber que a expectativa era grande. Então, sabe o que costumo pensar? Quando as nossas expectativas estão muito altas dificilmente conseguimos atingi-las ou ultrapassá-las. Foi justamente isso que aconteceu. Quando terminei a história, fiquei com aquele gostinho de “esperava mais”. Não me dei por satisfeita. Acredito que havia muito mais sobre o assunto a ser explorado, no entanto, como a história se dá através da perspectiva da protagonista… Talvez, tal crítica não seja tão válida. Talvez.

Então, comprarei o segundo volume em breve. Já está a venda e eu quero ver no que vai dar. Sintam-se a vontade para explorar o livro e tirar suas próprias conclusões! Boa leitura, lobas!

Beijos, beijos a loba da vez.